Você conhece as complicações do diabetes?

Compartilhe
Você conhece as complicações do diabetes?

Você sabia que entre 2006 e 2016 o número de brasileiros com diabetes aumentou 61,8%? De acordo com a pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) do Ministério da Saúde, a doença passou a atingir 8,9% da população brasileira. Confira abaixo todas as complicações do diabetes, que podem colocar a saúde em risco.

O que é diabetes e quais são os principais tipos

Antes de conhecer as complicações do diabetes, vale entender o que é esse problema. Ele é caracterizado pela baixa produção de insulina e/ou pela incapacidade desse hormônio de controlar a glicose (açúcar) no sangue, e pode ser divido entre: tipo 1 e tipo 2.

No primeiro, o pâncreas perde a capacidade de produzir insulina por conta de um problema no sistema imunológico, que faz com que os anticorpos ataquem as células produtoras do hormônio. Vale destacar que esse quadro é genético, ou seja, não é causado por fatores externos.

Já o diabetes tipo 2 – o mais comum –, tem relação não só com a baixa secreção, mas também com a redução na eficácia da insulina, comumente chamada de resistência. Esse problema está diretamente relacionado aos maus hábitos, que incluem o alto consumo de açúcares.

Existem, ainda, o pré-diabetes – que indica pacientes que têm potencial para desenvolver o diabetes tipo 2 – e o diabetes gestacional, que corresponde à uma resistência à ação da insulina durante a gestação.

Complicações do diabetes que desencadeiam em quadros de emergência

Existem duas situações que podem se enquadrar como emergências resultantes do diabetes: o excesso (hiperglicemia) e falta (hipoglicemia) de açúcar no sangue.

O primeiro quadro, que geralmente corresponde à taxa de açúcar no sangue acima de 180mg/dL, se apresenta por meio de sede, vontade frequente de urinar, confusão e hálito de maça. Já o segundo quadro, que é comumente caracterizado pelo nível glicêmico abaixo de 70 mg/dL, pode ser reconhecido pela presença de tremores, pele fria e desmaios.

Vale destacar que ambos os problemas oferecem riscos de desmaios. Caso ocorra, procure deixar o paciente deitado de lado e entre em contato com atendimento de urgência e emergência. É importante não realizar outras atitudes sem recomendação médica.

Quem chamar em casos de emergência

Medicar é uma grande aliada em casos de emergência envolvendo pessoas diabéticas. Isso porque ela conta com orientação médica por telefone 24 horas, o que evita dúvidas e contribui com os primeiros socorros.

Além disso, a empresa realiza atendimento pré-hospitalar ágil no local do chamado, prevenindo, assim, agravamentos e riscos à saúde.

RECEBA NOVIDADES