Primeiros socorros: o que fazer quando a criança engasga

Compartilhe
Primeiros socorros: o que fazer quando a criança engasga

Os engasgos são problemas comuns nas mais diversas fases da vida, no entanto, na infância – especialmente até os 03 anos – eles podem ser mais frequentes e perigosos, levando a óbito. Isso porque, nesse período, a criança ainda não tem o perfeito controle da mastigação e a deglutição, e não compreende a importância de manter certos objetos longe da boca. Entenda abaixo esse problema e o que fazer quando a criança engasga.

O que é e como identificar o engasgo

Antes de entender o que fazer quando a criança engasga, é importante saber o que é esse quadro e como identifica-lo.

Basicamente, o engasgo é uma dificuldade de respirar causada pela presença de corpos estranhos nas vias aéreas. Esses corpos podem ser alimentos e líquidos ingeridos durante as refeições ou objetos (brinquedos, tampas de caneta ou outros itens).

Alguns dos sintomas desse problema são: tosse, dificuldade para respirar, pele azulada, unhas roxas e rouquidão. Confira abaixo como agir em caso de engasgos.

O que fazer quando a criança engasga

Ao observar sinais de engasgo é importante entrar em contato com serviço de urgência e emergência e trabalhar no salvamento da criança. Geralmente, a equipe já inicia o atendimento indicando o que fazer até a chegada dos médicos. Confira abaixo o passo a passo de como deve ser o salvamento de acordo com a idade da criança:

Crianças de até 1 ano

1. Segure o bebê com uma das mãos, de forma que ele fique de bruços e inclinado para frente;
2. Usando o punho da outra mão e deixando os dedos estendidos, aplique 5 palmadas no meio das costas da criança;
3. Vire a criança para que ela fique com a barriga voltada para cima;
4. Utilize dois dedos para comprimir duas vezes a linha entre os mamilos – esse movimento se assemelha a uma massagem torácica;
5. Verifique se o corpo estranho foi eliminado. Caso negativo, repita o procedimento.

Crianças maiores de 1 ano

1. Fique atrás da criança, abraçando-a em torno do abdômen. É importante ficar na mesma altura da criança, por isso, pode ser que você tenha que ficar de joelhos;
2. Feche uma das mãos e coloque o punho na região logo acima do umbigo;
3. Com a outra mão, segure o punho da mão fechada e faça compressões rápidas de dentro para cima – elas devem ser firmes e não violentas;
4. Incentive a criança a tossir e verifique se o problema foi solucionado. Caso persista, repita o procedimento.

Atendimento Médico Pré-hospitalar de Urgência e Emergência

A Medicar pode ser uma grande aliada da família em momentos que a criança engasga. Isso porque ela oferece um Atendimento Médico Pré-hospitalar rápido no local do incidente, garantindo a saúde e a segurança do pequeno.

Além disso, a empresa realiza orientação médica por telefone, auxiliando no combate ao problema e prevenção de agravamentos antes mesmo da chegada da equipe médica. A agilidade do atendimento é resultado da cobertura de áreas específicas das cidades.

RECEBA NOVIDADES