Os efeitos do álcool no organismo – a importância de beber com moderação

Compartilhe
Os efeitos do álcool no organismo – a importância de beber com moderação

Bebidas alcoólicas fazem parte da vida de milhares de pessoas ao redor do mundo. Seja bebendo apenas socialmente, ou caso os problemas com álcool já sejam um pouco mais graves, os consumos do álcool geram efeitos no organismo que podem ser um tanto desastrosos para sua saúde. E com o carnaval chegando, os motivos para beber parecem aumentar. Venha entender de uma vez por todas os efeitos das bebidas alcoólicas no organismo humano.

 

Ingerindo álcool

Ao ingerir a bebida, o álcool é absorvido pelo organismo e levado para a corrente sanguínea. Esse período de absorção e dispersão pode levar de 30 a 90 minutos. Ao chegar em nosso cérebro, o efeito que o álcool exerce é de felicidade, liberando neurotransmissores associados à satisfação e euforia – por isso o comportamento de algumas pessoas pode ser mais extrovertido.

 

Com o avanço da ação do álcool no cérebro, há o favorecimento de efeitos de outros neurotransmissores, como o GABA – neurotransmissor responsável pela sedação – o que pode causar sonolência e até mesmo desmaio. Por isso é totalmente contraindicado (e até mesmo contra lei) beber e dirigir.

 

Efeitos nocivos do álcool a curto prazo

Quando o álcool chega ao cérebro e começa a atuar no sistema nervoso, alguns sintomas são mais comuns e frequentes a aparecerem, entre eles:

 

Dores de cabeça: o principal sintoma é a dor de cabeça, caracterizada e descrita principalmente pela sensação de uma pressão por toda a região craniana.

 

Enjoo e vômitos: por ter uma ação que atinge todo o organismo, é comum que o corpo tente se livrar do excesso, por isso a sensação de enjoo e vômitos pode ser frequente.

 

Azia e diarreia: por ter ações ácidas no organismo, as bebidas alcoólicas podem atingir os tecidos estomacais e provocar irritação, o que acarreta a sensação de queimação. Já no intestino, o álcool pode alterar a flora intestinal, resultando em diarréias após a ingestão.

 

Efeitos nocivos do álcool a longo prazo

O uso prolongado do álcool pode provocar úlceras no estômago, além de câncer de esôfago e de outras regiões, como boca, estômago, laringe, fígado e intestino.

 

O álcool também pode provocar pancreatite, uma severa inflamação no pâncreas. O uso abusivo também pode ocasionar problemas ao fígado, resultando em esteatose hepática, cirrose e câncer, como já informamos acima.

 

A Medicar

Restou alguma dúvida a respeito dos efeitos nocivos do álcool no seu organismo? A Medicar oferece o serviço de Central de Orientação Médica para que você possa tirar todas as suas dúvidas por telefone com um médico que fica disponível 24 horas por dia, todos os dias do ano. Entre em contato conosco agora mesmo e saiba mais.

RECEBA NOVIDADES