Insolação e câncer de pele: os cuidados que você precisa ter no verão

Compartilhe
Insolação e câncer de pele: os cuidados que você precisa ter no verão

Com o verão chegando, férias escolares e viagens, a exposição ao sol costuma ser mais frequente, afinal, todo mundo quer curtir um pouco da estação mais quente do ano. No entanto, o cuidado com a pele deve ser redobrado, já que durante o verão a radiação solar se intensifica, o que aumenta os índices de desenvolvimento do câncer de pele. Por isso, atente-se!

 

Raios UV

A principal recomendação para prevenir o câncer de pele é evitar a exposição ao sol nos horários em que os raios solares estão mais intensos – esse período ocorre das 10h às 16h (e esse cuidado precisa acontecer durante todo o ano, e não somente no verão).

Os médicos dermatologistas recomendam o uso frequente do protetor solar, auxiliado por chapéu, óculos de sol e sempre que possível ficar em área coberta que haja proteção do sol. É importante ressaltar que o uso da sombrinha é indicado para evitar queimaduras e problemas relacionados à insolação. No entanto, mesmo com tal medida a radiação solar continua atingindo o paciente.

 

Insolação

Você já deve ter ouvido falar sobre insolação. Essa condição é desencadeada pelo excesso de exposição ao sol e ao calor intenso. Geralmente, a insolação acontece quando a temperatura corporal ultrapassa os 40º C, o que faz o mecanismo da transpiração corporal falhar.

 

Os casos de insolação devem ser tratados com urgência, pois com o rápido aumento da temperatura corporal o organismo perde água, sais e nutrientes importantes para o seu bom funcionamento. Além de que, se a temperatura continuar a subir, pode ocorrer a desnaturação (morte) de proteínas, ou seja, as proteínas fundamentais para o bom funcionamento do nosso organismo morrem, o que é prejudicial à saúde em outros aspectos.

Os pais também devem se atentar às recomendações e proteger bebês e crianças dos efeitos nocivos da radiação UV, com o uso frequente do protetor solar e não exposição ao sol.

 

Câncer de pele

O câncer de pele se manifesta principalmente nas áreas do corpo que são expostas ao sol mais frequentemente, como o rosto, as orelhas e o pescoço. Esse tipo de câncer é geralmente categorizado em câncer de pele melanoma e câncer de pele não melanoma.

 

Melanoma

O câncer de pele melanoma pode aparecer em qualquer parte do corpo, seja na pele ou nas áreas mucosas (boca, intestino, parte interna do nariz, etc.). Em pessoas negras, o melanoma é mais comum nas áreas claras, como a palma da mão e a planta dos pés.

 

O melanoma é o tipo mais grave do câncer de pele, pois as chances de provocar metástase (quando o câncer se espalha para outros órgãos) são maiores. Contudo, o tratamento se mostra eficaz quando o diagnóstico acontece na fase inicial.

Não melanoma

O câncer de pele não melanoma tem alta chance de cura, desde que o seu diagnóstico seja ainda em fase inicial. É importante ressaltar que os casos não melanoma possuem uma baixa mortalidade. Contudo, se não tratado adequadamente, este tipo de câncer pode causar perda de tecidos corporais.

Há dois tipos de câncer de pele não melanoma: o carcinoma basocelular e o carcinoma epidermóide.

 

O carcinoma basocelular é o mais frequente e o menos agressivo, se caracterizando por uma lesão na pele. A ferida pode apresentar escurecimento, pequena saliência, perda de cor, vermelhidão, úlceras e até mesmo coceira.

 

Já o carcinoma epidermóide (ou carcinoma espinocelular) também surge por meio de uma ferida ou sobre uma cicatriz, principalmente aquelas que foram causadas por queimaduras. A maior gravidade apresentada pelo carcinoma espinocelular é que, assim como o câncer de pele melanoma, ele apresenta risco de metástase (pode espalhar-se para outros órgãos).

Como evitar o câncer de pele?

Embora o tratamento para o câncer de pele apresente bons resultados, será melhor ainda evitar esse tipo de doença. Por isso, evite a exposição ao sol por tempo prolongado, e sempre use protetor solar e acessórios para evitar a exposição ao sol. Desse modo, você evita os casos de insolação e câncer de pele.

Com a Central de Orientação Médica da Medicar, você possui um médico disponível para consulta telefônica 24 horas por dia. Assim, sempre que você tiver alguma dúvida e precisar de orientação, basta ligar e ser atendido por um de nossos médicos. Com a Medicar você também consegue atendimento domiciliar com o Disk Enfermagem: basta marcar o dia e o horário e realizar os procedimentos no conforto da sua casa. Ligue agora e venha fazer parte da rede Medicar! Saiba mais.

RECEBA NOVIDADES