Casos de emergência relacionados à pneumonia

Compartilhe
Casos de emergência relacionados à pneumonia

Responsável por uma grande parcela das internações de idosos, a pneumonia é uma doença perigosa, que exige atenção, uma vez que pode causar a morte tanto de pessoas da terceira idade quanto de crianças. Só para se ter uma ideia, de acordo com a pesquisa Save the Children divulgada em 2017, cerca de duas crianças morrem a cada minuto em decorrência desse problema no mundo.

O que é pneumonia?

A pneumonia é uma infecção que afeta o pulmão, podendo atingir os alvéolos pulmonares e os interstícios (espaço entre os alvéolos). Ela é provocada pela penetração de agentes infecciosos – bactérias, vírus e fungos – ou irritantes no espaço alveolar, onde acontecem as trocas gasosas.

O tratamento da doença é realizado de acordo com o agente causador. As pneumonias virais, por exemplo, nem sempre exigem tratamento medicamentoso. Já as bacterianas são tratadas com uso de antibióticos.

Sintomas da pneumonia

Os principais agravadores da pneumonia são a falta de conhecimento da doença e a não observação dos sintomas. Isso porque o diagnóstico tardio afeta negativamente a saúde e dificulta o tratamento. Por isso, vale ficar atento quando um dos sinais abaixo surgir.
– Febre alta;
– Tosse produtiva;
– Falta de ar ou dificuldade para respirar;
– Dor no peito ou tórax;
– Fraqueza e cansaço constante;
– Expectoração com secreção amarelada.

Em crianças ainda é possível observar respiração acelerada e ruidosa, além da perda de apetite. Já em idosos, por conta da associação com outros problemas de saúde, a doença pode apresentar alguns sintomas diferentes, como confusão mental ou queda do estado geral.

Complicações da pneumonia

A pneumonia costuma ser mais grave nos extremos das idades, ou seja, em idosos, bebês e crianças.

Entre as principais complicações resultantes da doença estão o alastramento da infecção para o sangue e para outros órgãos, e a dificuldade para respirar, que pode provocar quedas de pressão, perda de consciência e falta de oxigenação nos órgãos – quadro que pode levar ao comprometimento da função dos mesmos. Nesses casos, é essencial contar com um atendimento médico ágil.

Sua equipe de atendimento médico para urgências

Para lidar com desmaios e faltas de ar, conte com o apoio da Medicar, que oferece Atendimento Médico Pré-hospitalar eficaz no local do chamado, garantindo a segurança do paciente e evitando complicações.

Um diferencial da marca, além da agilidade, é o atendimento médico telefônico 24 horas que tem o objetivo de sanar possíveis dúvidas relacionadas ao cuidado efetivo para com a saúde e indicar as melhores práticas durante emergências.

RECEBA NOVIDADES