Apêndice: o que é e como tratar?

Compartilhe
Apêndice: o que é e como tratar?

Apêndice, uma pequena extensão do intestino, com um pequeno formato, e que pode causar tantos problemas. Se você nunca ouviu falar sobre apendicite, saiba que por ano 150 mil brasileiros são diagnosticados com esse problema. Entenda agora pelo o que esse órgão é responsável e como pode afetar a sua saúde caso ele não esteja saudável.

O apêndice

Como já falamos acima, o apêndice é uma pequena extensão do intestino grosso, com o formato de uma pequena bolsa, e possui cerca de 10 cm. Ele está localizado na região inferior direita do abdômen.

Para poder entender a função do apêndice, várias pesquisas foram realizadas e algumas hipóteses foram levantadas. Já se chegou a acreditar que o apêndice seria um órgão vestigial, ou seja, ao longo da evolução humana e as várias adaptações e estilos de vida, o órgão deixou de ser utilizado no organismo.

Contudo, hoje sabemos que o apêndice é um pequeno depósito de bactérias intestinais que auxiliam a digestão de alimentos. Do mesmo modo, pesquisas apontam que o apêndice abriga também os linfócitos, células do sistema imunológico utilizadas para defender o organismo.

A apendicite

A apendicite corresponde à inflamação do apêndice, e sua causa ainda não é bem esclarecida. Contudo, médicos acreditam que a obstrução do intestino ou gordura acumulada podem contribuir para que haja a inflamação e inchaço do apêndice. Embora todos estejam sujeitos a sofrerem com apendicite, o caso é mais comum entre crianças, adolescentes e jovens adultos.

Nos quadros de inflamação, é possível que o apêndice se rompa e espalhe todo o seu conteúdo pela cavidade abdominal, e é importante lembrarmos que as bactérias que estão lá dentro podem causar uma severa infecção, o que coloca a vida do paciente em risco.

 

Sintomas da apendicite

Os sintomas podem variar de acordo com o grau da inflamação do apêndice, e tendem a piorar conforme a inflamação se agrava. O principal sintoma é a dor aguda abdominal.

Outros sintomas da apendicite que podem surgir conforme a inflamação avança são:

  •       Vômitos constantes
  •       Náuseas
  •       Diarreia
  •       Febre

 

Há também alguns sintomas que não são tão comuns nos casos de apendicite, porém é possível que eles apareçam:

  •       Dor na "boca" do estômago ou ao redor do umbigo
  •       Gases intestinais
  •       Indigestão
  •       Diarreia ou prisão de ventre
  •       Mal-estar geral

 

É importante que o paciente seja encaminhado ao pronto socorro ao surgir qualquer sintoma supracitado aliado à forte dor abdominal, pois caso o apêndice se rompa, a infecção bacteriana acontecerá e poderá se espalhar por todo o abdômen. Atente-se também ao alívio repentino da dor, pois na maioria dos casos esse é o sinal do rompimento do apêndice.

 

Tratamento da apendicite

Para tratar a apendicite, é comum que os médicos cirurgiões retirem o órgão e medique o paciente com antibióticos. É importante frisar que o tratamento deve ser realizado o mais rápido possível, pois como já comentamos, uma infecção generalizada poderá ser causada caso o apêndice se rompa, o que aumenta as chances de culminar na falência múltipla de órgãos.

 

A Medicar é especializada em atendimentos de urgência e emergência, socorrendo o paciente no local onde ele está, administrando o atendimento inicial e encaminhando para o hospital mais próximo o quanto antes. Com a Medicar, o paciente conta com orientação médica por telefone 24 horas por dia. Assim, se surgir alguma dúvida você consegue se consultar com o médico de forma rápida por telefone. Conheça agora mesmo os planos individuais e familiares Medicar. Ter Medicar custa pouco, não ter pode custar uma vida.

RECEBA NOVIDADES